Fabiana Milazzo | Verão 2018

Publicado: 01/09/2017

O mood lúdico e surreal dá o tom para a coleção “Sonhos”, de Fabiana Milazzo, em seu segundo desfile na São Paulo Fashion Week. Materializando os sonhos na passarela, a leveza e o conforto permeiam todas as peças, resultando em looks quase etéreos, fluidos e transparentes, deixando à mostra peças que se assemelham a nobres lingeries, feitas para dormir e, por que não, sonhar.


“Nossos sonhos nos contam histórias e habitam um mundo onde tudo pode acontecer e o irreal se faz presente. A ideia é explorar essa surrealidade e as narrativas que surgem enquanto sonhamos. Para esta coleção trazemos os vestidos dos sonhos, literalmente”, contou a estilista.

Para contar essas histórias, Fabiana utilizou materiais ultraleves, tecidos nobres em seda pura, como o chiffon e a organza, tules lisos e plissados, renda chantilly, plumas e lamê italiano, que se moldam em formas assimétricas, godês, babados, ombros proeminentes e mangas amplas. Os vestidos e saias aparecem em diversos comprimentos, curtos, mídis e longos. Calças pantalonas, macaquinhos, e camisas e túnicas que acompanham uma silhueta longilínea, com comprimentos abaixo do joelho, também estão presentes.


Na cartela de cores, um azul que mistura turquesa com celeste, batizado de “horizontal blue”, um amarelo cítrico, “sicilian yellow”, por sua semelhança com o tom do limão siciliano, e também peças em off white, ouro light, rosé e preto. Cores que se expressam tanto nos tecidos, quanto nos bordados.


A ideia do leve e confortável também se reflete nos sapatos e acessórios. Para os calçados, mules pretas e nudes em pelica com os mesmos bordados das roupas e sandálias de amarrações em couro, com salto médio e grosso, trabalho exclusivo da Masqué, de Adriana Pedroso. Nos acessórios, as peças de Bruna Gasparini completam sutilmente a proposta, com colares e brincos longos e articulados, ornamentados com pedras brasileiras e plumas. Todos confeccionados em processo artesanal e explorando formas orgânicas e elementos oníricos, bem como sugere a coleção.

Voltar